Minha Vida Lixo Zero em Ilhéus

Minha Vida Lixo Zero em Ilhéus

O post que tava amarrado, mas saiu.

Desde que comprei meu copinho retrátil em abril de 2018 minha vida mudou.

Eu me achava a mega-ultra-hiper ecológica só por que separava meu lixo.

Ô que pretensão minha. Descobri que eu estava no modo automático assim como milhões de pessoas e bilhões…

Consumimos sem nos perguntar o por quê, o como, o conteúdo, a embalagem, a logística. Tudo polui muito.

Do copo reutilizável comecei a seguir o Instagram @menos1lixo e aí não parei mais.Veio o canudo de vidro, depois o canudo de metal, depois o Kit Lixo Zero na Bolsa. Depois adotei uma Ecobag para tudo. As Ecobags foram se multiplicando. Eu já andava com um Bocapio no carro para compras na feira livre, usava caixa de papelão, mas nem me dava conta que tudo , tudo, tudo era lixo, tudo que vem do supermercado convencional era envolvido em plásticos.

Lixo Zero é uma meta visionária e utópica, o mais legal é a caminhada, tudo que passo a narrar agora é possível e viável.

QUAIS FORAM OS ITENS QUE COMPREI:

COPO RETRÁTIL

CANUDO DE VIDRO

CANUDO DE METAL (Aliexpress bem baratinho)- demorou mas chegou

ECOPONDS – Discos de Crochê para retirar maquiagem

ESCOVA DE DENTE DE BAMBU

PANOS ENCERADOS _ substituir o plástico filme

SACOS DE TECIDO – para compras à granel

COTONETE COM HASTES DE PAPEL

CHALEIRA COM FILTRO PARA CHÁS – evito sachês

ITENS QUE EU JÁ TINHA EM CASA :

CANECA

GARRAFINHA REUTILIZÁVEL

SQUEEZE

TALHARES DE METAL

GUARDANAPO DE PANO

CARREGADOR DE PILHAS RECARREGÁVEIS

PINCEL para Batom – Sim, usar um produto até o final é super ecológico

POTES DE VIDROS

SACOS DE SAPATOS- para compras à granel, uso muito para comprar frutas e verduras sem levar aqueles malditos saquinhos plásticos transparentes

Daí começou a missão. comecei a ficar muito mais atenta sobre o tanto de plástico que estava em minha vida.

Compras à granel sem tornaram comuns, evito grandes mercados, opto mais pela feira livre e lojinhas à granel. Por incrível que pareça tenho economizado muito. Levo meu próprio pote e compro café moído na hora(sem plástico), compro açúcar demerara, milho de pipoca. Tudo nos potinhos que já tenho na cozinha.

Basta conversar com o dono do estabelecimento, no caso do Empório Ilhéus, é meu vizinho, e os funcionários dele são uma simpatia. Pesam meu potinho, Taram, que é zerar o peso do potinho, encho com os produtos e pesa de novo. Pronto. Tem trabalho não, é rapidinho, eu até já aprendi a fazer a Tara, ara quando algum funcionário inexperiente não souber.

Não vou colocar muitas fotos, por que quero estimular meus leitores a irem no Instagram @juremacintra e ver o dia-a-dia, em que mostro os passos e os desafios.

Mas já tenho conseguido fazer muita coisa SEM DESPERDÍCIO que também é uma forma importante de gerar menos lixo, nada disso eu compro mais, ou seja, não produzo mais lixo com meu consumo de:

MOLHO DE TOMATE CASEIRO

CALDO DE LEGUMES

CALDO DE CARNE

CALDO DE POLVO

SABÃO EM BARRA

SABÃO LÍQUIDO

VINAGRE DE ABACAXI

VINAGRE DE MAÇÃ

Plantas que tenho em casa e que como não preciso comprar já são menos embalagens plásticas entrando no meu lar:

CAPIM SANTO

BOLDO

ERVA CIDREIRA

HORTELÃ MIÚDO E GROSSO

KIOIÔ

MAMÃO

ACEROLA

MANGA

PITANGA

MANJERICÃO

ALECRIM

LÍNGUA DE VACA (MARIA MOLE)

COUVE

TOMATE

QUIABO

Fazer uma hortinha em casa nem dá trabalho assim, e você pode fazer seu adubo e aproveitar as embalagens plásticas de produtos de limpeza, já contei neste artigo, clique aqui.

Pesquisam revelam que estamos ingerindo de 2g à 5 gramas de micro-plástico por semana. Isso equivale a um cartão de crédito picado. É assustador, por isso tenho priorizado não ir em grandes redes de supermercados, e minhas escolhas em Ilhéus são:

1- feira livre do Malhado

2-feira livre da Urbis

3- Lojas à granel(várias – a com melhor preço)

4-barraquinhas dos pequenos produtores do bairro Pontal na rua Coronel Pessoa

5- feira de Orgânicos de Marfil no Km 12 , estrada Ilhéus-Olivença que acontece aos sábados

6- feira de orgânicos e agrocecológicos na Avenida 2 de Julho aos sábados na frente da Sociedade Montepio

7- feira de orgânicos na Câmara de Vereadores de Itabuna nas quintas-feiras

8- sacolão de frutas e verduras

Mesmo orgânicos ainda vem embalados em plástico – reduzir e recusar sempre que possível

Por que nesses locais posso usar meus saquinhos de legumes, posso levar meus potes de vidro, posso negociar direto com os produtores, preço e qualidade também. Menos agrotóxicos, também é uma meta do Movimento Lixo Zero, menos lixo nos solos e nos vegetais.

COMPOSTAGEM

Em inglês o último dos 5r do consumo consciente é ROOT, ou seja, compostar. Já faço há 10 anos e sou uma composteira apaixonada.50% do resíduo de uma residência é orgânico. Pronto , metade do problema resolvi em minha própria casa.

Vamos aderir ao Movimento Lixo Zero, conte aqui nos comentários suas dúvidas, anseios e dificuldades…


Práticas Sustentáveis em Ilhéus – faça sua parte

Práticas Sustentáveis em Ilhéus – faça sua parte

Pois é… não tem como fugir, precisamos de ações urgentes de sustentabilidade. Quem acompanha o Blog e o instagram @juremacintra sabe que este é um assunto rotineiro.

Já publiquei outros artigos mas vou tentar resumir aqui a angústia. Muita gente quer fazer a coisa certa, quer cuidar no meio ambiente, só não sabe como. Então se você mora em Ilhéus vão aí dicas práticas e endereços. E se você mora em Outra cidade procura aí pertinho de você e comece. Sim, 01 única prática sustentável colocada em ação pode mudar muita coisa. Pequenas ações, grandes resultados, acredito nisso demais.

RECICLAGEM

Separar o lixo seco do úmido. Orgânico do Inorgânico. Mas… quando o caminhão do lixo passa tudo se mistura … então o jeito é fazer a logística reversa.

CATADORES E CATADORAS INDIVIDUAIS

Procure o catador ou catadora de sua rua, são pessoas invibilizadas e que merecem todo nosso respeito e parceria.

Marque o dia da semana para que ele/ela passe em sua casa.

Separe Vidro/papelao/metal/plastico duro/embalagens plásticas.

Se tiver carro, que beleza… gaste um pouquinho de seu tempo e ajude o meio ambiente.

Endereços em Ilhéus:

CHARLES RECICLAGEM: Avenida Esperança, 500, na frente da Brasilgás

(depender do volume, condomínios ou empresas ele faz a coleta – segue telefone 073-99109-8631

COOLIMPA – Cooperativa que também recolhe material como móveis, eletrônicos ou resíduos de condomínios – Telefone 073-988861558

JUERANA – Na verdade o ponto de Coleta Fica na pista, Rodovia-Ilhéus- Itacaré, ao lado do condomínio Jóia do Atlântico. Perfeito para quem está de férias nas praias do Norte, só parar e deixar seu lixo seco separado. Curtir a praia e ainda ajudar no meio ambiente.

PILHAS USADAS / CELULARES/INSUMOS

Sabe aquele monte de carregador antigo de celular, aquele fone que quebrou, aquelas pilhas do controle remoto?

Pois é, em qualquer loja da VIVO tem uma caixa coletora.

Pilhas contaminam o solo com material pesado. Então, se esforço e descarte da maneira correta.

Endereço em Ilhéus: Rua Rodolfo Vieira, 52 – Centro (ao lado do Laboratório

Dom Eduardo)

EMBALAGENS VAZIAS DE PERFUMES E COSMÉTICOS

Nas lojas do Boticário também tem caixa coletora.

Endereço em Ilhéus: Rua Jorge Amado, 123, Centro, perto da Prefeitura.

Avenida Lomanto Junior, 1508, Pontal

Resultado de imagem para o boticário reciclagem

ÓLEO DE COZINHA USADO

Outro Vilão. Converse com amigos e vizinhos para saber se alguém está fazendo sabão.

Ainda não sei o endereço de Ilhéus, mas na vizinha Itabuna, o ponto de Coleta para ONG REOBA é na estação da EMASA, Avenida Amelia Amado, bem na esquina da Ponte de pedestre do Conceição.

Eu junto e também uso para acender churrasqueira. É muito melhor que álcool ou aquelas coisas industrializadas.

Junte também resto óleo animal( todo aquele excesso de assados e carnes, feiojadas, rabadas, enfim, a gordura que tiramos o excesso). 1 gota de óleo, contamina 1000 litros de água.

ROUPAS, TOALHAS E LENÇÓIS

Indústria da Moda é a segunda que mais polui, então tenha certeza que suas doações estão indo para um destino correto e que serão mesmo usadas. Já dizia Hebe Camargo: Roupa Boa, a gente DOA.

Projetos Sociais que recolhe roupas, toalhas e lençóis:

Amor Sem Fim – que atua com pessoas em situação de rua

Banho Solidário – também atua com pessoas em situação de rua

LIXO ORGÂNICO/RESÍDUOS ÚMIDOS

Esse é um grande calcanhar de Aquiles, por que 50% do lixo produzido por uma família, iguala sua que nos lê, é ORGÂNICO. Casca de frutas, verduras, restos de comida, ossos, casca de ovos, pó de café, enfim, … tudo de origem animal e vegetal.

Assistia um documentário no Youtube e o engenheiro dizia que a coisa mais civilizada que alguém pode fazer é compostar seu próprio “lixo” orgânico. Eu não gosto da palavra “lixo”, prefiro resíduos orgânicos, por que tudo está em transformação.

Então vão dicas de como compostar em casa. A compostagem é um processo de fermentação, em que os alimentos são transformados em composto orgânico. É um processo biológico que acelera a decomposição, mas calma, não faz mau cheiro nem atrai bichos, apenas vermes. É uma forma de recomposição do solo muito eficiente, mas vamos lá.

CASA COM QUINTAL – BOM ESPAÇO ABERTO

Em minha casa temos espaço, por isso fazemos a Pilha Estática, que consiste numa coisa MUITO SIMPLES, SEM MISTÉRIO.

1 camada de matéria seca – folhas secas ou pó de serra

1 camada de resto de comida(TUDO)- eu não tenho cachorro para bulinar

1 camada de folha de novo.

A última camada é sempre de folhas secas, para não gerar mosquitos.

Pronto, só esperar. Se quiser melhorar, pode virar a pilha de 15 em 15 dias.

Eu sempre tenho 2 pilhas, uma que já fiz, e descansa e outra nova, que começamos tudo novamente.

Faça camadas
A última é sempre matéria seca como resto de jardinagem, folhas secas ou pó de serra
No começo a pilha é “feia”, mas funciona direitinho
Crescem plantas naturalmente, afinal joguei muitas sementes e frutas ali, como abóbora e melancia.
Você pode peneirar a parte grossa da mais fina.
Geralmente a parte mais grossa eu coloco na nova pilha

APARTAMENTO – POUCO ESPAÇO

Esse não é motivo para você não compostar.

Não seria ótimo, ter uma horta vertical e poder comer hortaliças orgânicas frescas e saudáveis?

Então vejam as opções de composteiras domiciliares, tanto as caseiras e com baixíssimo custo, quantos as mais chics… depende do seu gosto e bolso.

Resultado de imagem para COMPOSTEIRA APARTAMENTO
Vários Tamanhos e Modelos
Resultado de imagem para COMPOSTEIRA APARTAMENTO
Grupo de Amigos da Praia realiza Oficina de Criação Placas Ecológicas no Presídio Ariston Cardoso

Grupo de Amigos da Praia realiza Oficina de Criação Placas Ecológicas no Presídio Ariston Cardoso

Grupo de Amigos da Praia realiza Oficina de Criação Placas Ecológicas no Presídio Ariston Cardoso

 

Na última quarta feira, dia 12 de dezembro, o GAP, Grupo de Amigos da Praia, em parceria com a administração do Presídio Ariston Cardoso, realizou uma Oficina de Criação de Placas Ecológicas com internos da instituição. A iniciativa partiu da psicóloga Larissa Costa, profissional de saúde que se dedica ao complexo processo de ressocialização dos presos.

No primeiro momento, foi realizada uma palestra introdutória para a sensibilização dos participantes sobre a problemática com o tema: “Descarte inadequado do lixo e suas consequências para os mares e oceanos”, e posteriormente foram confeccionadas as placas. Cada envolvido escolheu a frase ecológica de sua preferência, além ter a oportunidade de optar pela praia em que ela será colocada.

Realizar ações no sistema penitenciário é muito mais do que uma simples atividade. Além de educar, objetiva ressignificar as relações humanas, fazendo com que os internos entendam que aquela passagem não seja apenas uma pena privativa de liberdade.

As oficinas oferecem ao indivíduo a oportunidade de tornar-se melhor e a apresentar uma mínima condição para voltar a viver com os demais de maneira tranquila, resgatando a dignidade e a auto estima. São momentos de reflexão que fomentam o  amadurecimento pessoal, através de uma revisão das trajetórias pessoais de cada um.

O retorno à sociedade é um processo delicado, cheios de dificuldades, e iniciativas como essa permitem que os internos se sintam úteis para a cidade, diminuindo o peso do estigma negativo que já sofrem, assim como melhorando a sua imagem pessoal junto à  comunidade.

Acreditamos que existem alternativas para o sistema carcerário, sendo muitas delas previstas na própria legislação. O que falta na realidade é o comprometimento de todos para que sejam postas em práticas ações que procurem reduzir os níveis de violência e auxiliem na recuperação do interno, afinal a finalidade da pena não é somente punir o condenado, mas também ressocializá-lo, afirma Vinícius Alcântara, presidente do GAP.

 

 

O GAP é uma ONG que atua na limpeza das praias com coletas semanais de resíduos, além de realizar palestras de educação ambiental e manter campanhas permanentes de sensibilização da comunidade sobre a problemática do descarte inadequado de lixo, tudo isso através do trabalho de seus voluntários. Foi criado em fevereiro do 2018, devido ao abandono em que se encontrava a Praia da Avenida, repleta de lixo por toda a sua extensão. Até os dias de hoje, os voluntários do GAP já retiraram mais de 13 toneladas de resíduos das praias de Ilhéus.

 

Instagram : @gap_ilheus

Facebook : Grupo de Amigos da Praia

Meu copo e canudo reutilizável

Meu copo e canudo reutilizável

Eu gosto de falar de consumo consciente, mas também gosto de fazer!

Confesso que é difícil fazer todos os passos da proposta Zero Waster (adepto do desperdício zero).

Vivemos num mundo cercado de muito plástico, muita produção de lixo, muito consumo desnecessário. Questionamos: mas como ir numa festa e não beber água, se só serve no copo descartável???

Plástico Zero eu não iria conseguir, mas … vamos lá, temos ao menos de tentar. Se todos tentassem um pouquinho a indústria já mudaria muita coisa. O dono da festa também… e aí vamos seguindo…

No dia que chegou meu canudo Reutilizável da Mentah , foi exatamente quando a cidade do Rio de Janeiro promulgou a Lei banindo canudo plástico.

Canudo Mentah

Dói demais ver estas fotos de tartarugas e animais mortos por que comeram plástico ou deformados. Organização das Nações Unidas promete a maior campanha mundial a respeito e já está acontecendo.

Já recusei dezenas de copos descartáveis desde Maio de 2018 quando chegou o Meu. Já recusei outra dúzia de canudos. Confesso que o guardanapo, ainda esqueço. Tenho pasta , pois sou advogada e até que é mais fácil no dia-a-dia do trabalho.  Já nas saídas com amigos e jantares, confesso novamente que esqueci, mas aos poucos vai virando hábito, lembrando de colocar na bolsa. Quando chega aquele canudinho… hummm… bate a culpa de ter esquecido.

No avião recusei o copo descartável de água, o Comissário de Bordo achou o máximo e me felicitou. Na lanchonete recusei o copo, o dono ficou todo curioso e me fez inúmeras perguntas, disse que teria uma economia imensa se 50% dos clientes tivessem seu copo. Eu lancei a sementinha: “Ué, então por que você não vende aqui na sua lanchonete?”. No restaurante que sempre almoço usei meu canudo e a Dona AMOU. Alguns olharam com curiosidade.

Vários restaurantes estão aderindo e usando canudos biodegradáveis ou reutilizáveis, isso deu até matéria no Ana Maria Braga. Ah… neste dia eu pensei, estão vendo??? Eu não estou isolada, sim, por que tem gente que olha esquisito, achando que é tolice de ativista ambiental sem noção. Sem noção é mesmo quem não reflete sobre o próprio consumo. Este assunto não é chato, e da mais alta relevância.

Esta questão é tão séria que vários países já ABOLIRAM O CANUDO DE PLÁSTICO. O Jornal El País fez este artigo seríssimo que aconselho ser lido com toda atenção. Vi uma blogueira dizer que na Tailândia é super normal ver as pessoas com seus canudos de bambu.

É…, vale sim o esforço, então vamos lá, para o meu Kit anti-desperdício:

1 Canudo Reutilizável de Vidro

1 Copo reutilizável e dobrável de Silicone

1 guardanapo de tecido

Talheres

É fácil sair com isso tudo?  Nem tanto, às vezes sim, às vezes não. Mas estou fazendo a minha pequena parte. Também não é fácil saber que exitem ilhas de lixo nos oceanos, por coisas que usamos por poucos segundos e descartamos, como um “aparentemente inofensivo” canudo de plástico. Para esclarecer esses produtos não são inquebráveis, são bem mais duráveis. Penso em comprar canudo de metal e bambu para testar, única preocupação é passar em aeroporto, com garfo e faca sei que é impossível, só se fosse de bambu.

Podemos e devemos agir agora, imediatamente. Não é assunto de Ecochato, é assunto de sobrevivência, tanto nossa como de várias outras espécies.

Buscando no Ali Express, achei muita coisa,  com preços razoáveis vejam:

No Brasil tem várias empresas que vendem, é uma forma de incentivar o mercado local e nacional, como a Rio 2 Love, eu comprei nesta e indico pois chegou tudo ok.

Não dá para encerrar o tema, é extenso, espero ter contribuído, nem que seja para discussão.

Bem, o que importa mesmo  é a mudança de mentalidades. Vamos começar hoje??

Leia também: Horta em Casa – Agricultura Urbana

                          Como evitar o desperdício de água em sua casa

                          Restaurantes e Sustentabilidade

Pechinchar, Ó Sim!!!

Não sei o motivo, mas no Brasil muitos acreditam que quem pechincha é avarento, é usurário.

Como em nosso país o preço das coisas não parece real, são impostos embutidos(agora vem no final da notinha, e tomamos aquele susto). Comprei um prato e 50% era imposto, minha nossa, o brasileiro está sem grana para comida e agora nem prato vai ter também.

Enfim, com tantos impostos, juros e taxas embutidas, ao que me parece é que quando você pechincha o preço fica mais aproximado do real.

Pechinchar não é uma prática só de Feira Livre, é um hábito milenar de negociação, lembre-se você é um consumidor, e a empresa está em polo oposto.

Quer ver um exemplo que me incomoda muito, a maioria dessas lojas de franquia não tem margem de desconto. Contudo divide em 6x, 10x. Irrita demais minha sanidade mental, ora, se a loja paga à Administradora de Cartão de 2,5% à 4% de juros ao mês por esta transação na maquininha do cartão , por que não concede o desconto ao consumidor final que paga à vista ou no dinheiro.

Se você leu os outros 8 artigos  desta série de Educação Financeira, já parou de comprar, de chorar, parou de parcelar e pagar juros, renegociou suas dívidas,não empresta mais seu nome para ninguém,  poupou e agora pode fazer uma compra à vista, no dinheiro.

Não será rápido, nem fácil, mas vai ser Libertador quando você conseguir.

Por que quando você compra à vista, o desconto é maior, a compra é mais avaliada, e você pensa duas vezes em só comprar o que realmente precisa. Seu cérebro se sentirá bem mais confortável, como falei em outros artigos tem pesquisas sérias que mostram que compras parceladas trazem angústia e sofrimento.

Seguem algumas dicas de pechincha:

  • Lojas do Comércio Local são mais propensas a dar descontos pois geralmente são familiares e o dono sempre está lá;
  • Mesmo sendo Loja Grande  pergunte se tem desconto, na Ferreira Costa, por exemplo, se você fizer as compras acompanhada com um vendedor, ele vai fazer uma notinha para você se dirigir ao Caixa, neste momento que ele estiver lançando no computador, o funcionário pode inserir desconto de até 5% para compras à vista. Aliás aquela loja é uma loucura, tem tudo que você imaginar. Se fizer uma reforma, mesmo pequena, e economizar 5% em tudo, no final do seu orçamento , será uma grande economia;
  • Nas compras pela internet, se você não tem controle com cartão de crédito(quebre mesmo) e opte pelo boleto bancário, sempre tem 5% de desconto. Na última Black Friday muitos sites aplicaram 10% de desconto para compras no boleto;
  • Vai reservar hotel? Confira o Trivago que faz comparações em sites de hospedagens e ligue para o Hotel pessoalmente, às vezes eles te dão de desconto o valor da Comissão do Site, lembre-se negociar e pechinchar é preciso;
  • Sempre pergunte em qualquer loja, na hora do pagamento se à vista tem desconto. É uma hábito que você precisa praticar;
  • Sempre pergunte também se tem desconto pagando no dinheiro ao invés do Cartão de Débito, ou por Tranferência Bancária, o caixa eletrônico está bem ali ao seu lado;
  • Já tive bons descontos em lojas por que paguei com transferência bancária. Assim ter a o Aplicativo do Banco no celular ajuda muito.
  • Aprenda arredondar a conta, se o total foi R$ 123,56, sempre pergunte ao caixa se 120 reais paga, de real em real a “galinha enche o papo”. Faça um cofrinho com esses pequenos descontos, final de um ano você vai se surpreender;
  • Participe de Bazar e Garage Sale.  Estão cada vez mais comuns e melhores, você negocia com a própria pessoa e consegue comprar produtos incríveis. Recentemente me mudei e fiz Dois Grandes Bazares em minha casa, para vender os móveis usados, e sempre, sempre dava desconto para vender mais rápido segurar o cliente!
  • Compare preços na Internet, a pechincha virtual consiste nesta pesquisa constante. Fui no Shopping e o livro de Fotografia Gênesis de Sebastião Salgado estava 299,00, um espetáculo, mas “salgadíssimo”, bem que o fotógrafo merece todo valor do mudo, pela qualidade. Ao colocar no Google, fui direcionada para o site da Amazon(hiper-mega confiável) estava 179 reais com frete grátis. 129 reais de desconto com  1 clique no Google, UAU!!!!!
  • Pesquise tudo no Google;
  • Use sites como Buscapé que faz comparações de preços em várias lojas e mede o nível de confiança da empresa vendedora;
  • Sites como Mercado Livre, OLX, tem a opção de falar com o vendedor, pechinche, peça desconto, às vezes comprar no site da própria empresa pode sair mais barato;
  • Pechincha virtual funciona mesmo, vir pode ter descontos em passagens aéreas, a Oab tem convênio com a Tam, mas se vc não é advogado use o Google Flights e veja o mapa e calendário com as datas e preços dos vôos, é um comparativo maravilhoso, muitas vezes viajar na terça sai a metade do preço do que na segunda, se sua viagem não é de urgência, a economia é grande. 
  • Claro, a básica pechincha na Feira Livre, é o melhor lugar para ter descontos, o valor redondo sempre funciona: “freguesa deu 10,50”, você : 10 paga ? Comece a praticar! É uma arte!! Lembre-se de levar sua listinha e só comprar o necessário.

Cinco por cento ali, 10 aqui, 20 acolá, comprando à vista você terá Descontos  Bons, economia considerável, e o principal , fará compras de forma muito mais consciente. Está sem grana? Então não compre, a maioria das vezes o problema não é ganhar mais, é gastar menos, verifique onde está o ralo de suas finanças.

Por Jurema Cintra Barreto – advogada militante

Pare de Emprestar seu nome – educação financeira -parte8

por Jurema Cintra Barreto

advogada militante e as vezes psicóloga dos clientes


Decidi continuar escrevendo sobre o tema. Educação Financeira é um conduta diária, um desafio diário também. E no dia-a-dai da profissão vejo péssimos hábitos. O super-endividado tem uma solidariedade suicida, kamikase. O tal hábito de emprestar o cartão de crédito ou o nome para amigos, parentes e colegas.

Em mesa de audiência ouço frases frequentes:

  • estou pagando por algo que não comprei;
  • emprestei meu cartão;
  • confiei na pessoa mas ela não pagou;
  • ela sempre pagou direitinho a prestação, não sei o que aconteceu desta vez;
  • lá em casa é assim, todo mundo empresta;
  • já empresto cheque a tanto tempo, esta foi a primeira vez…

Eu fico a me perguntar como o nome deve ter tão pouco valor para alguns para você emprestá-lo assim, é como dar um cheque em branco à alguém. São situações absurdas que vejo no cotidiano e nem sempre as soluções são tão fáceis, na maioria das vezes uma boa conversa resolve, o tempo, mas em outras até na justiça é complicadíssimo encontrar um caminho para desatar tantos nós.

Então se você quer muito ter , ou voltar a ter saúde financeira, é preciso se valorizar e aprender dizer NÃO. Amizades acabam por dinheiro, namoro acaba por dinheiro, famílias brigam por dinheiro. Quando você diz não, naquele momento a pessoa pode até ficar com raiva, mas acredite você esta salvado a sua relação com esta pessoa e salvando a mesma também.

Ela não tem saúde financeira para comprar. Você não tem saúde financeira para arcar com um possível(frequente) rombo. Então dê a oportunidade para quem pede refletir sobre seus próprios erros de consumo. Não dá  para comprar o que não se pode, usar o nome do outro é de uma má-fé incrível e emprestar é de uma boa-fé cega.

%PROP1%

Sabemos que as chantagens emocionais são muitas: “aquela pessoa me ajudou tanto, minha companheira de escola, minha prima que aguenta minhas confidências, minha secretária tão dedicada, meu amigão do futebol, sempre legal”. Uma boa convivência não significa solvência, ou seja, capacidade financeira e estabilidade econômica. Neste aspecto precisamos ser frios. Mas é uma frieza para sua própria segurança. Não é mesquinhez, é prudência.

Com as dicas que você já viu aqui, que tal ajudar seu amigo sair do poço, do buraco nefasto que ele se meteu e os dois mudarem de hábito definitivamente?

Eu fico impressionada quando vejo uma fatura de 1500, 3000 reais e a titular me fala que nenhuma das compras é dela, são: primo, da mãe, da avó, da vizinha, do marido da prima, da namorada do irmão. Você tem um cartão com limite alto, tudo bem, mas esse limite é irreal, não é seu, nem de ninguém, é um crédito que só deve ser usado ou para acumular milhas e pontos, ou numa emergência real e com a certeza que no final do  mês você precisará do dinheiro para pagar  a fatura integralmente, por que você já aprendeu como PARAR DE PAGAR JUROS.

Fico mais chocada ainda quando se empresta nome para comprar carro, moto, abrir empresa e a pessoa nem faz um contrato, um termo, um e-mail, qualquer coisa que comprove que não é seu e que aquela pessoa lhe tem obrigações. É uma fé cega, faca amolada, por que a conta chega e o corte é profundo.

 

Como advogada dou muitas orientações jurídicas, mas se posso dar um conselho pra vida, por favor, leitores, nunca, em hipótese alguma empreste seu nome, seja para fazer uma conta de telefone, para comprar em seu cartão, para fazer um carnê ou crediário na praça. O ditado permanece: “quem empresta não presta”.

É discórdia certa, você vai se irritar, a outra pessoa vai se irritar em ser cobrado, sua família vai se irritar com você que não consultou ninguém antes de fazer a burrada, sua advogada de confiança vai se irritar muito, por que no Brasil não temos o hábito de consultar um(a) advogado(a) para tomar uma decisão importante, apenas quando a panela já emborcou, ou seja, depois das mancadas. Uma de nossas funções é lidar com conflitos, mas este é uma espécie que me incomoda como ser humano. Pois a vida da pessoa se desestrutura, o emocional, o casamento, o sono, a auto-estima, tudo fica de cabeça para baixo.

O Direito protege o nome e o abalo em seu crédito, em sua moral, ter nome sujo indevidamente , tudo isso é punido pela legislação, então perceber o quão grande é este PATRIMÔNIO: seu  NOME , seu CPF limpo, é primordial para uma mudança de comportamento e de vida.