Veganos e Vegetarianos em Ilhéus – opções

Veganos e Vegetarianos em Ilhéus – opções

Eu não sou vegana, nem vegetariana, fiquei 15 anos sem comer carne vermelha e voltei. Sou eclética e gosto de provar culinária de todas as culturas.

Mas meus amigos e uma prima querida são, e sei o quanto é duro viajar para locais em que sua política alimentar ou restrições não são respeitadas, não é só gosto pessoal, são opções de vida e existenciais que precisamos estar dispostos a entender, ainda tem pessoas com restrições de origem médica e religiosa, e a Bahia é tão plural, que todo mundo pode comer à vontade e ser feliz.

Ilhéus tem uma benção, assim como toda a Bahia que é a agricultura familiar, eu não vou me cansar de dizer : VÃO NA FEIRA LIVRE , usem e abusem destes locais , toda cidade baiana tem e são diferentes.

Mas pra quem tá viajando as coisas complicam e os estabelecimentos já deveriam ter se adaptado, se não pelo respeito mesmo, até por uma questão mercadológica, o capitalismo se apropriou disso como um grande nicho, no final das contas: VENDE !

Minha pegada com este artigo é apenas contextualizar Ilhéus no campo da alimentação saudável e quem sabe influenciar o trade turístico.

POUSADAS e CAFÉ DA MANHÃ

É sempre bom perguntar sobre as opções de café da manhã, como a maioria das diárias incluem o café.

Locais que já experimentei aqui em Ilhéus, sempre tem sucos variados, e aí ABUSEM DO SUCO DE CACAU E CACAU COM LEITE, sem dúvida deveria ser um produto turístico de Ilhéus, o Mel de Cacau também. Sempre tem frutas variadas no buffet de café da manhã(podia ter muitoooooooo mais), hello pousadas cadê Ingá, Jaca, jambo, jamelão, jabuticaba, sapoti na mesa do café ?

Tapioca é super comum na Bahia, então opção vegana e vegetariana, como omeletes sempre tem. Mas se informe, vejam fotos do buffet no Instagram da Pousada e liguem , quanto mais cobrarmos uma mudança de mentalidade e de cardápio o trade vai aprender mais ligeiro.

O café da manhã da Pousada Morro dos Navegantes é uma perdição para os veganos e vegetarianos, você pode pagar avulso e o visual é deslumbrante, agendem e PARTIU. O Bolo de granola é tudo de bom, obrigada Chef Dani Façanha por sua existência. É um deleite.

A agricultura familiar põe diariamente em nossa mesa aipim, banana da terra, inhames variados, inhambu, fruta-pão, batata doce, milho e muito cuscuz, ou seja, se você alugar Airbnb não esqueça de comprar essas delícias em qualquer mercado ou feira livre , pois temos várias: feira do Malhado(todos os dias), feira da Guanabara no Centro, feira da Avenida 2 de Julho(aos sábados), feirinha do Pontal (aos sábados), feira da Urbis (todos os dias e mais forte aos sábados), quitandas, sacolões e mercados sempre tem muito aipim e inhame, manga e coco verde, desfrutem.

RESTAURANTES

Ilhéus tem muitos restaurantes à kilo, então fica facinho pra quem tiver pelo centro da cidade e centro histórico, todos esses tem muitas saladas e opções variadas:

  • Vesúvio
  • Sabor do Sul
  • Berimbau
  • Restaurante da Rosa (mais popular e mais em conta)

Os restaurantes a La Carte e barracas de praia, pelo amor de deus, já passou da hora de se adaptem a esta demanda.

No restaurante do Morro do Navegantes, TODOS OS PRATOS a Chef Dani faz outra versão, o ceviche de banana da terra marinado no Mel de Cacau com coentro, servido dentro da cumbuca de cacau pode vir com camarões ou sem. Eu quase morro de tanto comer isso, é uma obra de arte, digam a verdade ?

ceviche de banana da terra

Morro dos Navegantes também tem moqueca vegana com frutas, banana, palmito e manga. Mesmo que não esteja no cardápio é só pedir de forma vegana que a chef faz tudinho. O preço é de alta gastronomia, JUSTO e o LOCAL É LINDO, ir lá é um passeio completo, na época das baleias, ainda tem esse espetáculo de brinde.

Mas não se desesperem …. nos cardápios dos barzinhos sempre rolam Dadinho de tapioca, Caldo de feijão, batata frita, pastel de coalhada, bolinho de queijo ou de palmito. Poderiam TER MUITO MAIS COISAS.

Um restaurante que sempre tem opções veganas é o NOSSO QUINTAL, ao lado do aeroporto. E vale demais conhecer , já falei dele aqui. Tudo vem da agricultura orgânica e é show !!! Ao lado de minha casa e é bom demais.

Pizzaria Massa Artesanal é legal que tem opção com massa de fermentação natural e o cardápio respeita todo mundo.

Casa da Empada também tem opção vegana, um espaguete de Pupunha com Molho pesto delicioso, empadas de palmito, rúcula, tomate seco, escarola para os vegetarianos. E A carta de SUCOS, eu amo falar dos sucos das frutas da Mata Atlântica e brasileiras, um Suco de Cacau com Leite é um almoço, de tão que enche e suco de cacau com amora, suco de cacau com capim santo, suco de araça boi, e tangerina, tudo da fruta.

BARRACA DE PRAIA

Essas tem de se adaptar a coisas demais, eu amo a simplicidade, mas … sempre podemos melhorar. Vamos lá, não me recordo de cardápios com opções veganas, se você é barraqueiro e mudou, nos avisa, terei maior prazer de colocar o cardápio aqui e divulgar.

Batatinha frita sempre tem … mas podia ter mais . Cocadas e castanhas sempre tem ambulantes circulando.

Os acompanhamentos são show, aipim FRITO não posso esquecer dele, feijão verde, feijão fradinho, ou ficar no cardápio kids, massa com molho pomodoro é simples, mas rola.

ACARAJÉ

Muito turista não sabe, mas acarajé é um bolinho de feijão com cebola, é tombado como patrimônio imaterial da Bahia e protegido pela Constituição Baiana. Acarajé é vida e cultura, e se você quer provar, coma apenas o bolinho frito no dendê que é divino.

Lembrando que os recheios, alguns locais, não usam camarão, daí você pode provar o bolinho com pimenta, ou com caruru e salada de tomate. Outra coisa, o abará é a mesma massa cozida na palha da banana e aí … pergunte sempre se não levou camarão na massa antes de cozinhar. ABARÁ E ACARAJÉ são pros veganos e vegetarianos sim senhor. Eu gosto de comer em 2 lugares, no Pontal em Cecília e na Praça do pontal em Judith, na Bahia a gente conhece a baiana e o ponto e tem regras viu.

KOMBUCHA

Eu sou louquinha por Kombucha, e temos uma marca especial, fábrica de uma amiga querida e no Empório Ilhéus e Empório Valentim, vocês podem achar kombuchas de sabores maravilhosos, uma fábrica lixo zero e que só usa produtos e frutas naturais, perfeitas.

FEIRAS ESPECIAIS

Ilhéus entrou no circuito da Economia Criativa e Circular, se você está vindo num sábado ou domingo, não deixe de verificar as feiras, nelas tem muitos pães artesanais e opções veganas deliciosas:

CIRANDA – 1 sábado ao mês, mas pode variar

FEIRA DA SAPETINGA – 2o domingo do mês

FEIRA RUA VIVA – 2o sábado do mês

Feira Livre e Ambulantes

Começo o texto e termino falando de frutas. Eu amo comer frutas, e, por onde eu viajo, sempre pergunto qual o suco que mais sai, o mais fresco, essas coisas, e daí amo comer fruta na rua, em Lisboa tinha carrinhos de morango, em Santiago sorvete de Lúcuma e muita Cereja fresca, em La Paz tomei muito suco de Tuna. Perceberam que eu escrevo as frutas com letras maiúsculas ? É que elas são superlativas mesmo. Então não deixem de provar as frutas dos carrinhos dos ambulantes, é umbu, seriguela, sapoti e sapota, pinha verde e pinha do cacau, ingá de metro, ingá mirim, caju, rambutã, mangostão. Bananas das mais variadas e sabores diferentes, quem sabe os guias começam a visitar a feira do Malhado com mais engajamento.

E beiju ? aí … eu amo os mais variados beijus e os de puba com coco, assado na palha de banana é meu preferido.

CHOCOLATES BEAN TO BAR

Êita que as pessoas deveriam saber que a MAIORIA DOS CHOCOLATES DE ILHÉUS SÃO VEGANOS !!!!!

Bean To Bar é uma técnica que moe o grão com tudo, sem separação físico-química e aí já viu, é 54% de manteiga de cacau nobre no chocolate, um remédio, então visitar a loja da Dengo e da Cacau do Céu é uma perdição. No Empório Ilhéus eu já mostrei aqui a estante da Chocolaterapia, abusem dos 60% com açúcar orgânico, amo da Fazenda Irerê 68% e daí é só ler os rótulos que não tem leite. UIIII , chocolate + veganismo + Ilhéus = combinação perfeita. Quem sabe você não se empolga e vem para o Festival do Chocolate provar as centenas de marcas Bean To Bar sem leite ?

Por favor, se você é vegano ou vegetariano e mora em Ilhéus ou se desfrutou de alguma experiência legal me avisa , aguardo seu contato, quero sempre deixar este post atualizado, ele estará em eterno melhoramento e espero ter contribuído com o debate de forma respeitosa, eu amo comer e a Bahia é a pluralidade da alimentação.

leia + : As pousadas mais baratas de Ilhéus

Como é o Morro dos Navegantes em Ilhéus

Roteiro Econômico na sua viagem para Ilhéus

Visitando a Vinícola Capoani

Visitando a Vinícola Capoani

Bento Gonçalves tem centenas de opções e não foi fácil escolher as vinícolas. Como foi nossa primeira vez optamos por 1 mais famosa e outras nem tanto.

Tive a sorte de ter encontrado uma moradora de Monte Belo do Sul no V Congresso de Resíduos Sólidos em Gramado, eu que sou dessas, pedi logo dicas, troquei mensagens no Zap, pois só um local conhece muito bem a sua própria cidade, e foi certeiro. Que bom encontrar pessoas generosas em nossas caminhadas.

A Karen me indicou a Vinícola Capoani e restaurantes que não via em outros blogs e foi bom demais.

Agendei pelo site Wine Locals, e, para tentar otimizar nosso tempo pegamos o primeiro horário de 10:00, por que queríamos fazer muitas coisas neste dia e deu super certo.

A gente nem tomava café da manhã, por que os jantares são tão fartos que não conseguíamos, mas tomem pelo menos um chocolate quente , ou uma frutinha para aguentar o tranco de tantos vinhos em 1 dia.

O Caminho é lindo, e daí vai uma DICA PRECIOSA, se eu tivesse seguido aproveitaria mais. As lojas e locais no Vale abrem a partir das 08:30/09:00, mesmo no frio intenso, acordem CEDO, e estejam 09 horas na frente dos locais, você aproveitará muito mais a viagem, tem muita paisagem bucólica para desfrutar de GRAÇA, e também vale chegar mais cedo na vinícola, olhar os produtos, tirar fotos, contemplar a paisagem que é linda, tudo isso com calma, vi as agências nas correrias dos ônibus com tudo cronometrado, eu não curto, entendo que é uma opção, mas não curto, eu gosto mesmo é de slow travel, viajar devagar e apreciando, mesmo que faça menos passeios, pelo menos fazemos com qualidade para desfrutar e conhecer pessoas..

A Vinícola Capoani é bem moderna, um prédio majestoso e super bonito, tudo em azul Tifany, eu adorei esse conceito de identidade visual.

Confesso que tomei um susto, não tinha ninguém naquele horário, achei estranho, fiquei até com medo de não ser uma experiência boa. Escolhemos uma Degustação orientada na vinícola Vinhedos Capoani que custou 95 reais com seis rótulos.

O Sommelier Marcos nos recepcionou, éramos somente eu e meu amado e sabe de uma coisa? Foi MARAVILHOSO, atendimento mega-exclusivo e a gente pode fazer muitas perguntas, me descobri uma enófila, ou seja, amante e curiosa de vinhos.

Marcos trouxe um papel mostruário com 24 rótulos e escolhemos 6, ele indicou sabiamente a melhor ordem.

Estrategicamente pedimos 12 rótulos, ou seja, eu pedi 6 vinhos e meu esposo outros 6 vinhos para degustar, então foi uma FARRA sensacional. Que atendimento precioso, gentil, seguro, aprendi muito e conheci a tal uva francesa Gamay, estou apaixonada e me enamorei. Claro que veio garrafas de Gamay nas comprinhas. Esse é o pulo do gato de visitar vinícolas não tão famosas, é tudo muito personalizado, são poucas garrafas, e quebre seu preconceito, não tem nada de “pequena” ou “artesanal”, é uma grande empresa, com uma grande infraestrutura, com uma arquitetura moderna estonteante, mas com exclusividade, são rótulos que você só achará no Site da Capoani ou em bons restaurantes e algumas adegas.

Esqueci de ver os cosméticos, vai ficar para próxima viagem de verão, eu me apaixonei pelos cosméticos de uvas selecionadas.

Imagina creme de uva merlot, ou pinot noir? Pois tem e são muito perfumados e de qualidade. O Enoturismo não tem limites e isso é muito bom , essa diversificação de opções e produtos para movimentar a economia.

Eu comprei com antecedência e comprei pelo site, foi bom, por que com o frio você desiste fácil de partir para a rua, mas quando saíamos vi muita gente chegar assim de surpresa. O passeio, claro, precisa de carro, alugamos no aeroporto com antecedência e o preço . Estávamos pertinho de Monte Belo do Sul e lá foi nosso almoço na Francesco Tratoria, seguimos às 15:30 para Vinhedos Lídio Carraro, esse percurso será tema de um próximo post.

O frio, a névoa, o lago congelante, a mata atlântica e os vinhedos, a paisagem penetrou minha´lma. Não subestimem nenhuma plaquinha no Vale dos Vinhedos, elas te levam ao paraíso.

Fomos muito bem orientados sobre as compras, e para não ter problemas com excesso de bagagem despachamos os vinhos. Todas as vinícolas tem opção de despacho, e a depender do valor, o frete é grátis, perguntem e pechinchem.

Recomendo a Capoani para você e sua família, lembre-se que sempre tem suco de uva para crianças.

Leia também: Planejando uma viagem para Bento Gonçalves no inverno

Chile em 20 dias

Reveillon em Vinha del Mar

Bento Gonçalves – planejando uma viagem partindo de Ilhéus

Bento Gonçalves – planejando uma viagem partindo de Ilhéus

Depois de 02 anos e meio FINALMENTEEEEEE, viajamos a turismo e de avião.

E nosso São João foi diferente, não queríamos aglomeração e decidimos pegar o frio do Sul do Brasil e foi uma delícia.

Mas… não existe viagem perfeita, viagem boa é aquela que cabe no seu bolso e que desperta suas melhores memórias. Eu já estou com gostinho de quero mais, e, ir no verão para pegar um roteiro, sem tanto frio, e abusar das cervejas artesanais.

Vamos lá. Esse post terá mais texto que fotos, pois no meu instagram vocês podem ir lá conferir as fotinhos toda encapotada e feliz.

VÔO

Usamos milhas da Latam Pass, se você ainda não junta milhas, pare, se inscreva e vá ler todo o site, por que tik tok de 15 segundos não ensina nada a ninguém. Todo poupador começa com 1 milha e quando você LÊ, descobre que muitas outras compras faz a gente acumular.

Saindo de Ilhéus a LATAM tem boas rotas via São Paulo, e pra gente compensa.

Voamos Ilhéus- Congonhas-Porto Alegre. (primeiro erro). Se puderem pegar o vôo para Caxias do Sul, é mais perto(40km), a estrada é rápida e segura, mesmo de noite você vai para Bento Gonçalves e sua viagem rende. Por que em Bento é viagem de ficar 1 mês e ainda não ter visitado tudo. Mesmo que saia 100/200 reais mais caro, ainda é melhor, por que você não terá de fazer o que eu fiz, lhe conto abaixo.

Usamos a sala VIP do Bradesco em Congonhas. Ela é simples, bem simples, mas pelo menos snacks, água e chá saíram de graça, já que tudo em aeroporto é caríssimo.

Como contornar o erro de não ter ido pelo aeroporto de Caxias do Sul?

Eu deveria ter PEGO TRANSFER DE PORTO ALEGRE PARA BENTO DE NOITE, e alugava o carro lá no outro dia pela manhã, assim, eu estaria cedinho para curtir o primeiro passeio e a paisagem, que mesmo com neblina é linda e bucólica. Tem transfer para Gramado e Bento 24 horas no aeroporto de Porto Alegre. Motorista profissional e assim ficaríamos tranquilos.

HOSPEDAGEM

Chegamos 22:00, ainda fomos pegar carro, ou seja, 23:00 já estava difícil de achar lugar para comer na capital gaúcha, e dormimos no Hotel Moov. Eu tinha esquecido que milhas Livelo te garante troca em hospedagem, poderia ter saído “de graça”

Daí tive 2 despesas, alimentação da noite e o hotel. Dormimos em POA pois seriam 02 horas de carro, 122 km de distância e nunca tínhamos ido para lá, então pegar estrada de madrugada não era cogitado. BR 116 é bem movimentada, conte com atrasos

Em Bento Gonçalves, ficamos num AP delícia que escolhemos Via AIRBNB e aí vai a dica, alugar carro é preciso, qualquer bairro será perto. Ficar ao lado da Maria Fumaça, ou Centro, nem é tão relevante assim. Estava muito frio, não fiz nada andando, imagino que no verão seja super legal fazer coisinhas andando. Estávamos ao lado da Cooperativa Vinícola Aurora, e dava pra ver o tanto de ônibus. Muito legal beber e voltar andando.

Alugar apartamento é tão bom, a gente sai a hora que quer, sem aquela obrigação de arrumar quarto, pode deixas as compras espalhadas, e a gente nem tomava café de tanto que comia no dia anterior. E os cafés de Bento são lindos, são atrações turísticas também, acho dispensável reservar diária com café em hotel de cidades que oferecem tantas opções legais. Economizamos MUITO e foi ótimo.

O que eu faria diferente ? Pelo menos no primeiro ou último dia, dormiria em uma vinícola em Pinto Bandeira(Dom Gioavani) ou em Bento(Casa Valduga ou Pipas Terroir), e de lá partiria cedo para o aeroporto. Por que a diária dá direito a visitação completa e curso de vinhos, então compensa muito, apesar de parecer “salgada” no início.

PASSEIOS

Trem da Maria Fumaça, Casa Valduga, Miolo, é preciso comprar antes mesmo, mas muito antes, em cima da hora não acha, eu estava no site, 1 mês antes e perdi o horário da Casa Valduga quando o ingresso já estava no carrinho, e tive de remanejar tudinho. E Casa Valduga vale demais, que estrutura incrível. Site Wine Locals tem muitas opções e só é possível fazer por lá. Tem vinícolas que não tem como chegar e comprar a degustação, outras sim, mas tudo tem horários para formação de grupos. Veja os perfis no Instagram e se informe antes. Quando fui para o Vale do Colchagua eu cometi esse pecado, e a sorte é que fui ajudada pela dona da pousada. Preciso até detalhar melhor o nosso primeiro passeio sério de Enoturismo no Chile, que foi divino.

Escolhemos as vinícolas CASA VALDUGA, CAPOANI, LÍDIO CARRARO, VINHOS CRISTÓFOLI, para passeios comprados com antecedência.

Fizemos Trem do Vinho com a Maria Fumaça, a opção simples e mais barata. Não queríamos ter tempo contado em vinícolas e restaurantes, como são passeios de atividades casadas, se você não tem tempo e está sem carro, então opte por eles.

01 dia inteiro no Caminho de Pedra ainda é pouco. Cheguem cedo, 09 da manhã, passem na casinha de informação turística da Prefeitura, pegue seu mapa e divirta-se, a dica do funcionário foi: façam todos os passeios da direita na ida, e todos da esquerda na volta, assim não faz zig zag, são 12 km de muita história, memória, compras e boa culinária.

Passei primeiro na CASA DO TOMATE (outro erro), fiz a visitação de 05 reais, valeu a pena e não valeu. Xô explicar, o senhor que nos recebeu era fofo e atencioso e nos tratou super bem, apesar de algumas falhas histórico-conceituais no discurso, como estávamos com pouco tempo, essa parada nos consumiu 01 hora preciosa. O que estou dizendo é que vale sim visitar a casa do Tomate e compra os produtos ,e vocês serão super bem atendidos, mas para saber a história do Caminhos de Pedra e iniciar com cultura, é melhor começar pela Casa Merlim, logo depois. Custa 10 reais, é simples, mas bem explicativo e demonstra o cuidado com o patrimônio arquitetônico. Nem preciso dizer que cada cantinho da Casa Merlim é instagramável.

COMIDA

Um dos nossos passeios foi totalmente gastronômico; o Almoço Harmonizado na Cristófoli Vinhos de Família . Que sensação. Ao que parece só funciona aos sábados, mas vi que o restaurante será aberto. Vejam a saga, tentei comprar pelo site deles e deu “esgotado”, eu pirei, por que tinha ótimas referências. Mandei Zap, direct, pedi pelo amor de Deus e a dona me mandou um link dizendo que tinha aberto vaga, nem titubeei e comprei.

Eu sempre converso com quem já foi na cidade antes e uma conhecida que morava em Bento me deu várias dicas incríveis. Olha … me perdoe, mas se você foi em Gramado e fez o passeio de 1 dia em Bento, infelizmente você não conhece quase NADA. Vale a pena se programar para uma segunda visita e desfrutar mais dias.

A Cristófoli. O que dizer ? Que lugar lindo. A Epopéia Italiana e Maria Fumaça eram 14:00 e 16:00, respectivamente. Então só tínhamos 01:30 pois o almoço começava meio-dia, 30 minutos para voltar para o centro . Tudo asfaltado na Zona Rural, foi uma benção, o aplicativo Waze marca o Horário certinho. Na ida paramos na Pipa Pórtico para tirar fotos, e antes da Cristófoli paramos na Dal Pizzol para compra vinhos. GENTE, para tudo, que atendimento maravilhoso e que lugar lindo. A Vontade de voltar na primavera ou verão e fazer o passeio completo está latente dentro de mim. Eles tem bosque, museu e um banco de geoplasma, ou seja, tem 400 espécies de Uva do Mundo TODINHO.

Partimos para Cristófoli, chegamos 12:00 em ponto e já tinha gente lá. Que atendimento maravilhoso. Entrada de Espumante, Harmonização perfeita com os pratos e um Ossobuco … hummmm, me segurem … Ossobuco com Polenta Mole, acho que a única foto que vou inserir aqui.

Ossobuco com polenta mole- Foto @juremacintra

Meu desejo é textão mesmo. 195 reais por pessoa e acredite, você sairá muito satisfeito, pois pela excelente qualidade , não é caro. É uma experiência sensorial , gastronômica, cultural e para enófilos também.

VINHOS

É claro que a gente foi para isso: comprar vinhos. O frete pode compensar em muitos casos pois você não achará esses rótulos na Bahia. Se viajar em casal ou grupo, aí que compensa mais ainda, por que você divide o frete, coloquem em uma nota fiscal só. E a dica de ouro: tente trazer rótulos e uvas que você jamais acharia em sua cidade. Apaixonei na uva Gamay do Vinhedo Capoani e no Chadornnay frisante. Os vinhos puristas da Lídio Carraro que não vão em barris de carvalho, como Malbec. o Cabernet Franc 2020 da Dal Pizzol. Que delícias. Aliás, a uva Cabernet Franc foi a agradável surpresa da Viagem, no terroir do Vale dos Vinhedos ela se adaptou muito bem.

Não entendeu nada do que eu disse? Nomes estranhos? Vale então fazer os cursos de vinhos para iniciantes, tem na Casa Valduga, Aurora e tantas outras. Façam, é muita cultura, ciência e experiência olfativa.

Despachar vinhos pela transportadora é sempre melhor para você não pagar um horror de excesso de bagagem. Aliás, bagagem e looks de inverno podem ser o tema do próximo post. Arrumamos a bagagem para caber vinhos, molhos, doces, geléias, cosméticos de vinho, tudinho na mala e sem perrengues, então, aguardem o próximo textão.

As pousadas mais baratas de Ilhéus

As pousadas mais baratas de Ilhéus

O post que tantos me perguntam finalmente saiu. As pousadas mais baratas de Ilhéus não estão nos aplicativos, nem no booking, nem hoteis.com, justamente por que o preço delas é tão em conta que os proprietários não aguentariam as taxas destas plataformas..

Hospedar-se em Ilhéus mais parece um mosaico, pois os bairros são bem diferentes e distantes, mas se você não se importa de pegar ônibus e está mais a fim do preço, bora lá.

Vou me ater, primeiramente as Pousadas que ficam no Bairro Pontal, que em outro post já disse que é estratégico.

POUSADA 13 DE MAIO 073-3632-3133

POUSADA RAIO DO SOL 073-3231-4520

POUSADA PONTAL 073-3231-4403

POUSADA DO SUL 073- 3632-4650

POUSADA SOL DO ATLÂNTICO 073-3632-7742

A maioria das pousadas estão bem na frente da Ponte Estaiada

É isso mesmo, você que está acostumado neste mundo tecnológico, com aplicativos, cash backs e etc, vai ter de pegar seu telefone e ligar ou dar aquela “googada”. Acredite, esse contato humano de telefonar é tudo de bom e valerá para garantir bons preços.

No Bairro Pontal, já falei em outro post, tem tudo que um turista econômico deseja. Ponto de ônibus fácil, aeroporto do lado, vida noturna badalada com a passarela do álcool e Praça São João Batista e agora na Maramata tem a Praça dos Foods Trucks, praias com acesso caminhando pela orla , por do sol na Sapetinga, ou seja, de dia e de noite você fará tudo andando.

Liguem e agendem mesmo, por que essas pousadas lotam de representantes de noite, é aquele pacote BBB, boa, bonitinha e baratinha.

Já fiquei apenas em 1 destas pousadas quando morava em Itabuna e precisei dormir perto do aeroporto, foi aquela opção simples e barata, nada de luxo, café da manhã simples. Se liguem, as pousadas na Avenida Lomanto Júnior, tem como vista frontal a belíssima ponte estaiada, não é o máximo, caminhar de manhã com esta paisagem urbana. Não deixem de ver o balé dos pássaros todo dia ao entardecer.

Iramaia também é Chapada Diamantina

Iramaia também é Chapada Diamantina

Vi essa Hastags em alguns posts no Instagram e 01 ano e meio depois de ter ido pela primeira vez na cidade estou aqui para compartilhar tudinho com vocês. #iramaiatambemechapada

Iramaia, é um dos municípios da Bahia que em pleno 2021 não tem asfalto, acreditam??? Apesar de ter linha de trem cruzando toda a Chapada ela só atende aos interesses de empresas mineradoras e esperamos que isso acabe. Não ter estrada asfaltada até a sede do Município é no mínimo um descaso com a população.

Pois bem, a logística para chegar lá não é fácil, mas vale cada minuto de esforço.

Aquela Chapada Diamantina raiz, inexplorada, cheia de cultura e identidade.

Saímos de Ilhéus às 08:00 e esse foi nosso roteiro:

Ilhéus

BA- Uruçuca

BR 101 até trevo de Ubatã

BR 330 até Jequié

Segue essa mesma BR até Pé de Serra

BA 260- entroncamento com Pouso Alegre (Maracás)

Tem placa de Iramaia, aí serão mais 47 km de estrada de chão

Novo Acre ou Jequy

(quando chegar no cruzeiro vire TUDO À ESQUERDA, cuidado que 3 caminhos)

Campo do Meio

Povoado da Raposa

Esta estrada tem muita pedra, então cuidado com seus pneus

Se escolher um caminho mais curto, não esqueça de pedir informações pelo caminho e estar com seu tanque do carro cheio… em hipótese alguma saia do asfalto sem estar de tanque cheio, só terá posto em Iramaia, 47 km depois.

Fomos em janeiro pelo Contestado.

Ao invés de entrar pela placa de Iramaia, passa o posto de gasolina, somente depois de vira a primeira à esquerda.

Seguir 14 km até Cruzlândia ou Povoado da Placa

Quando ver uma placa Iramaia à direita, não entre, siga direto no sentido Mucugê, Andaraí

Subirá a Serra do Contestado

Depois chegará no Jequy ou Novo Acre

Campo do Meio

Povoado da Raposa

Quem vem de Salvador, é muito mais fácil e menos trabalhoso, pois faz Salvador até Milagres via BR 324 – Paraguaçu e BR 116, vira Direita para Iaçu, Marcionílio Souza , Itaetê ou Iramaia – Jequy- Campo do Meio Raposa. Ou até mesmo descer de asfalto até Ibicoara e pegar estrada de chão de apenas 14 km até o Povoado da Raposa.

Povoado Novo Acre ou Jequy

Bem, de onde você estiver, sempre consulte antes um guia ou a Pousada que te enviará uma localização no GPS que ajudará demais.

Chegamos no Povoado da Raposa já 15:30 pois nosso pneu cortou exatamente na frente da Borracharia.

Nos hospedamos na Pousada da Raposa, uma delícia e os proprietários mantém uma Agrofloresta ao seu redor. Contato 077-81099140, falar com Rosane que é uma simpatia.

Preço é por pessoa e com café da manhã. A pousada serve almoço e jantar, cardápio enxuto mas tudo absolutamente bem feito e delicioso, prove com certeza o escondidinho de carne do sol que é dos deuses.

Também existem mais 1 tipo de hospedagem nos chalés de dona Rita, que possui chalés menores e uma casa bem grande que acolhe até 13 pessoas, pensa numa vista deslumbrante. Contato 077- 88712474

Comida no povoado tem de ser sempre encomendada antes, os moradores fazem aquela galinha caipira esperta ou carne do sol e claro cortado de palma e godó . Procurar Dona Néia na Casa Rosa. Contato 077-81382094.

Todos esses telefones são de Whatsapp e tem de ligar pelo aplicativo pois lá não tem sinal de celular, mas tem internet rural e pega direitinho. Você já chega na casa do povo e vão logo te oferecendo o Wi-Fi.

Como tudo aqui é longe, é preciso de um guia, agende antes as Cachoeiras, Pintura Rupestres e povoados com os guias locais, indico três, no Povoado da Raposa, o nosso vizinho Adão : Contato 077-81315732 e Romário : 077-81196298. Se você vem por Ibicoara e quer fazer uma base lá, procure Roney : contato 077 81493344, mas com certeza vale passar pelo menos 1 ou 2 dias de dormida no Povoado da Raposa, pois você pode fazer a Cachoeira do Licuri e raízes em 1 dia e no outro sair cedo para ver as Pinturas Rupestres e Cachoeira da Vendinha sem se cansar tanto com idas e vindas pelas estradas de chão.

Os guias sabem as melhores paradas, pontos de alimentação e conhecem a comunidade, você desfruta muito mais.

Quase todos aceitam PIX, e é o máximo, mas é sempre bom estar com dinheiro vivo em mãos.

Nos próximos post falarei de cada passeio e se você ficou interessado não deixe de nos seguir no Instagram: @juremacintra

Leia também: Ibicoara- Chapada Diamantina ainda inexplorada

Caminhos pra Chapada Diamantina