As melhores moquecas de Ilhéus

As melhores moquecas de Ilhéus

Tem coisas maravilhosas na Bahia, entre elas o dendê e leite de coco, tudo sempre é fresco e na maioria das vezes proveniente da agricultura familiar, ou seja, se você comeu moqueca em outro Estado e não gostou ou foi + ou – não é sua culpa.

Dê mais uma chance ao seu paladar para comer tudo fresco, como peixe da pesca artesanal, dendê de pilão, leite de coco espremido no dia, tudo produzido bem pertinho. É uma questão de identidade, pertencimento e frescor. Podemos comer trufa no Brasil, mas nunca será como as colhidas no dia na França ou Itália.

Ilhéus tem um litoral imenso, lindo e abundante. Se estiver curtindo o verão numa casa alugada ou Airbnb, o melhor é comprar seu peixe na feira livre do Malhado, no Espigão, ou nas Colônias de Pesca, eu moro no Pontal e vou sempre na Colônia da Avenida Lomanto Júnior, Z19 e prosear com os pescadores.

Eu amo moqueca de Robalo, Badejo, Guaiúba para assar, Sororoca para fritar, e os tradicionais Vermelho, Olho de Boi e Dourado em postas, mas eu gosto de comprar o peixe inteiro, pra ter a cabeça e rabo, a cabeça é que dá o sabor, quando o dourado é muito grande peçam um pedaço da cabeça além das postas, não vão se arrepender.

Daí vem a mágica, cada baiano tem seu método “moquequístico”, eu amo usar Coentro Largo e Beriberi.

Mas se você quer desfrutar da gastronomia local, vamos lá, estou definindo 3 categorias: Melhor Moqueca de PEIXE, melhor Moqueca de Camarão/Pitu e melhor Moqueca Vegana.

MELHOR MOQUECA DE PEIXE

Não tenho dúvida que a melhor e mais barata Moqueca de Ilhéus está na Cabana do Bobô no bairro São Miguel, Zona Norte, se você vai seguir para Itacaré, coloca a moqueca no seu caminho para o almoço. O local é simples, mas de uma delicinha, é sombra fresca debaixo da amendoeira e tempero delicioso.

Comendo com Brisa e Vista por Mar

A mais tradicional é a Moqueca de Badejo, tem a de Robalo, o caldo da moqueca de Bobô é tão leve que dá vontade de levar todinho pra casa. Se você acha que dendê é “pesado”, tenho certeza que esta má impressão acabará. Comidas regionais sempre dê segunda chance por que a possibilidade de ter sido mal feita é gigante, principalmente em restaurantes sem tradição.

É uma casadinha ideal para o passeio na Fazenda de Cacau Capela Velha que já falamos aqui no Blog.

PREÇO : R$ 100,00 para 2 pessoas (come 3 à vontade)

Endereço: Av. Beira Mar, 56 – São Miguel, Ilhéus – BA, 45658-105

Telefone : 073-3639-4841 / 73-988704811

MELHOR MOQUECA DE CAMARÃO E PITU

A melhor moqueca de camarão de Ilhéus não está na praia, mas no bairro Banco da Vitória, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, BR 415, km 9. O Nome do restaurante é Camarões e Mariscos, tem uma placa bem grande ali no quebra mola da padaria. É uma casadinha ótima com o passeio da Fazenda de Cacau Yrerê. Ou se você está chegando de carro em Ilhéus, vindo de outras cidades e Estados pela BR 415 já pare pro almoço.

O proprietário, seu Lourival é uma simpatia. Mas você não conhece o famoso Pitu? É um ‘crustáceo’, de água salobra, endêmico da Mata Atlântica, ou seja, só tem por aqui, eu prefiro Pitu do que Lagosta, por que pega muito mais tempero, e o de Lourival é sensacional, tempero ancestral herdado da mãe dele do famoso restaurante O Céu é o Limite que já fechou.

Moqueca de Pitu

Preço: Entre R$120 à 150 reais

Endereço: Rodovia Ilhéus-Itabuna, Km 09, Banco da Vitória, Ilhéus – Bahia, Brasil.

Telefone: 073-3675-2293

MELHOR MOQUECA VEGANA

Sou fã de comida vegana e vegetariana e já falei aqui sobre as opções em Ilhéus , então vai outra dica, que é a Moqueca Vegana do Restaurante Morro dos Navegantes da Chef Dani Façanha. Aliás, no restaurante da Pousada, todos os pratos são adaptados para o veganismo.

A Moqueca é linda, cheia de frutas e flores, além disso você pode desfrutar de 1 Day Use e curtir piscina na beira mar. Como já falei aqui, eu adoro tudo que sai das mãos desta chef talentosa, bela e dedicada.

É isso pessoal, as impressões aqui são de “recebidos pagos”, kkk, sou advogada e amo falar da cidade que eu moro, então são impressões fidedignas de uma consumidora exigente e apaixonada, mas se sua Cabana ou empresa deseja entrar na listinha é só convidar que partimos até aí.

Preço : $$$$

Endereço : Rodovia Ilhéus / Olivença, Km 06 Praia do Cururupe – Ilhéus (Ba)

Telefone: (73) 3632-5613

Curtam Ilhéus e para mais informações sigam nosso instagram : Jurema Cintra

Nosso Quintal Bistrô – pérola de Ilhéus

Nosso Quintal Bistrô – pérola de Ilhéus

Olha só o privilégio. Eu moro ao lado do ÚNICO RESTAURANTE ORGÂNICO CERTIFICADO DE TODO O SUL DA BAHIA. É muito luxo.

Um ano atrás um amigo me convidou para almoçar numa segunda, sua sobrinha indicou um local bem pertinho de nossa casa. Estava fechado pois só abria de terça à domingo. Eu nem dei importância e hoje me lembro que fiquei 1 ANO inteiro de minha vida sendo tolhida deste prazer, por pura preguiça. Andar de carro dá nisso, a gente não explora o bairro, não conversa com os vizinhos, não participa do fluxo social.

Pois bem, 2 pessoas me marcaram em 2019 e eu fiquei curiosa. Segui no Instagram e FUI. Aí … que foi paixão a primeira vista. Comi um espaguete de palmito com filé mignon divino.

Levei meu esposo que amou, levei meus amigos, primos, parentes e aderentes, é sucesso e sucesso.

Nome: Nosso Quintal Bistrô

Proprietários: Hélia e Allan.

Local: Ao lado do aeroporto.

Comida: Vegana, Vegetariana e opção com carne separada. Pra todo gosto. A chef diz que gosta do equilíbrio.

E daí fui provando tudo. Eles não tem cardápio fixo, somente pratos do dia com produtos sazonais, ou seja, da estação, seus fornecedores são produtores orgânicos certificados que respeitam o solo e a natureza.

Tem salada com Muita PANC (Plantas alimentícias não convencionais), legumes fermentados naturalmente, tem kombucha, tem os chutney de cupuaçu. Meu esposo que ama carne, abre mão para comer a Salada com Falafel ou quibe Vegano. A salada do Bistrô é uma obra de ARTE:

Só de escrever eu já tô pirando de água na Boca. Vou toda semana, por que sempre tem novidades. Comer alimentos da estação é um hábito que faz bem à saúde do corpo e do planeta. Respeitando os ciclos naturais, sem pesticidas e agrotóxicos a natureza fornece em abundância. E bota abundância de receitas criativas.

É uma comida Slow Food, autoral da chef Hélia e você ainda faz amigos, conversa, ela te explica o prato. É tudo de bom e sustentável e BELO. Os pratos são de encher os olhos, de beleza e sabor, com flores comestíveis.

KOMBUCHA e cerveja artesanal. Essa mulher faz tudo com mãos mágicas e um sorriso cativante.

A sobremesa. Êita… tal de iogurte de leite de coco com fermentação natural tinha de ser tombado como patrimônio imaterial. Ou sorvete artesanal … ou o que ela inventar, sempre tem gostosuras.

É ao lado do aeroporto, espaço que não tem muitas opções como já abordei neste outro artigo, então chegou morrendo de fome de viagem… para lá rapidinho, leva as malas e que é na esquininha mesmo. Ou faz ao contrário, vai voar, 14, 15 horas? Chega mais cedo, por causa dos mega-engarrafamentos da ponte, e almoça no Bistrô, você vai sair de Ilhéus encantado com a potência da gastronomia agroecológica.

Preço moderado. Tem gente que acha caro… Mas … quanto custa o alimento baratinho do mercado? Quanto custa fica doente? Quanto custa contaminar solos, rios e águas com pesticidas? Quanto custa o trabalho análogo à escravidão em grandes fazendas? Quanto custa o desmatamento? Quantos custas as queimadas?

Alimento orgânico garante um preço justo ao produtor e qualidade para quem come e para a natureza. Tudo em equilíbrio. Então os custos externalizados do alimento orgânico é muito mais barato, ele não provoca nenhum ônus ao SUS , nem à administração pública, nem à justiça. Orgânico e Agroecológico mantém uma Economia Circular perfeita e sustentável, respeito ao solo, respeito às águas, respeito às pessoas, respeito aos povos da floresta e povos tradicionais, respeito à saúde. Pensa nisso antes de achar o orgânico caro. Tem um documentário que se chama o Alto Custo do Preço Baixo, tá no Youtube e vale cada minuto, o livro História das Coisas também mostra como a Economia Linear provocou o colapso ambiental no planeta.

Comer é um ato político. No Bistrô também é um ato de amor.

Cuscuz Marroquino com talos e folha de beterraba na salada – bom demais

Aceita cartões. Aceita carinho. Aceita curtir um jazz nos sábados de noite. Tábua de frios muito boa e especial. 60,00 dá para 4 pessoas tranquilo.

Estou falando com tanto entusiasmo que com certeza você está achando que ganhei alguma coisa dos donos , não é???? ledo engano, digo e repito em meu Instagram, minha profissão é Advocacia, se tiver parceria vai surgir de forma orgânica e real. Pago TODAS as contas onde vou, posso falar bem ou mal. Geralmente só falo bem, quando não gosto me calo ou mando mensagem privada, sempre construtiva e positiva, pois acredito numa comunicação não-violenta. E assim vamos… locais que gosto, eu gosto mesmo e apoio, por que amo ser papa-jaca de fato e de Direito e amo ver esta região crescer.

Desenvolvimento se faz com turismo consciente. Amo falar de Ilhéus, temos muitos problemas, mas temos uma RIQUEZA que precisa entrar no cenário turístico que é a Agricultura Familiar e Agroecológica.

No Bistrô Nosso Quintal dá para ver como essa riqueza é POTENTE E VIVA. Desfrutem.

Surf, paz e comida natural em Ilhéus

Surf, paz e comida natural em Ilhéus

Os turistas que vieram em Ilhéus em 2017 tiveram uma surpresa com a quantidade de engarrafamento, qualquer hora do dia e da noite, do Norte ao Sul. 

Mas dentro do caos Ainda existem refúgios.

Muitas famílias e surfistas frequentam o Km 2 da rodovia Ilhéus – Olivença , num pedacinho de Praia chamado Pedra da Cachorra.


Todos dividem tranquilamente um gramado muito confortável com a paz tão almejada. O nome é referência de uma formação rochosa que aparece quando a maré está baixa.


Para nossa surpresa além da paz, da grama e das  ondas podemos encontrar aquelas pérolas.

Barraquinhas de comida integral.

Coco verde, esfirra integral, salada de frutas e sanduíches veganos . Para quem tem restrição alimentar é um Bálsamo. Particularmente nunca tinha experimentado essa massa integral de Salgado que leva chia, linhaça, quinoa, aveia, etc, com recheio de Aratu… hummm delícia!!!!


Na Rodovia Ilhéus Olivença , após a Faculdade de Ilhéus vire à esquerda na placa de Paisagismo “Rosane Botelho”.  Pronto, leve sua canga, lá terá esteira, almofadas, cerveja puro malte e lanches saudáveis. Outras famílias vão preparadas com tudo.

É uma nova forma de curtir a praia já que os preços em algumas barracas estão bem salgados.

Quer mais Dicas de onde comer e o que fazer em ilhéus? Siga nosso Snapchat @falecomjurema

A vista e a Praia são ideias para o surf e esportes como Slack Line.